23 de mai de 2012

Ser compositor ou compositora...acho que ninguém se torna de uma hora pra outra...é um dom...um algo mais, uma sensibilidade que nos é dada para perceber as entrelinhas nas ações, mesmo aquilo que nunca foi escrito. Um contato com um mundo paralelo, uma mediunidade a ser desenvolvida, um estágio do cérebro que atinge um grau de êxtase a ponto de sentir algo que os outros não sentem...mas principalmente é saber sentir e expressar tudo isso.
Ser compositor ou compositora é guardar sentimentos em palavras, é materializar a essência...através de palavras ou da música... (Cindy-2012)