9 de ago de 2009

Quando Deus olha para mim.

Quando Ele olha para mim não me julga pela aparência, pelo tempo ou pelas circunstâncias, muito menos censura meus gestos.
Quando Ele olha para mim sabe quantos desertos e poços, quantas noites e lágrimas, quantas vigílias e peregrinações me fizeram chegar até aqui.
Quando Ele olha para mim o que lhe interessa é o meu coração. Com o coração se crer. Com o coração se ama. Com o coração se serve.
Quando Ele olha para mim, vê minha infância e minha juventude, meus dias passados e presentes, vê meu amanhã.
Quanto Ele olha para mim, vê como lido com minhas frustrações quando Ele tira tudo que eu julgo possuir para que eu aprenda a depender totalmente Dele.
Quando Ele olha pra mim, não observa o tempo que freqüento uma igreja. Não avalia pelo resultado, e sim pela intenção.
Quando Ele olha para mim sabe que não tendo nada tenho tudo, não tendo perspectiva tenho esperança, e na escuridão, sem nada podendo ver, tenho fé.
Quando Ele olha para mim, vê barro que se for rachado deve ser quebrado e remodelado.
Quando Ele olha para mim, Ele vê que humanamente não compreendo porque José foi para o Egito daquela maneira, porque a Abraão precisou subir para entregar Isaac, porque Estevão foi apedrejado, e mesmo não entendendo, posso dizer “Senhor o que está tentando me ensinar aqui”?
Quando Ele olha para mim vê o caminho que tenho trilhado, e as escolhas que eu faço, dos silêncios que faço para que Ele por mim possa agir.
Quando Ele olha para mim vê o que meu coração verdadeiramente anseia.
Não, meu Deus não julga por duas horas de atitudes, não me dá nota de 0 a 10 na hora da avaliação, não apenas conhece o que eu faço e falo, conhece e penetra o que eu sou em essência. O que eu sou não tem haver com grau de santidade ou de conhecimento teológico e secular, sou apenas filha amada e que ama profundamente este Pai hiper mega perfeito, e filha será sempre filha, em qualquer circunstâncias. Aleluias!!!!

Nenhum comentário: