25 de out de 2009











Amar em Silêncio
Giovanni Leandro


Os Dias vão passando lentamente,
e um belo dia você acorda e as flores da primavera

estão cobertas de neve
e percebe que todas as palavras em que você acreditou
foram esquecidas no tempo.

Um dia você acorda e o rastro de purpurina

que as fadas produzem não está mais lá
e as borboletas se foram buscando campos de flores amarelas.

Um dia você acorda e vê que seus sonhos mais belos
foram escritos com areia fina em dia de ventania
mas que a vida continua doce e linda, como tem que ser.

Em um dia você acorda e vê o sol entrando no seu quarto
em finas tiras douradas como se fossem os dedos de Deus
te acordando com uma carícia.

Em outro dia você acorda e a chuva que cai lá fora
acontece também dentro do teu coração
e nada mais parece valer a pena.

Um dia você acorda e as palavras saem dos seus esconderijos
e brincam de roda diante de seus olhos

te fazendo sorrir um sorriso sem culpa
e você não pede desculpa de nada que você fez.

No outro dia você acorda e linhas e entrelinhas se confundem
e se fundem em uma massa disforme

recheada de lembranças vazias de fotos amareladas
que não existem, de promessas que não se cumpriram.

Mas um dia você acorda e percebe que viver é muito bom
e que amar vale muito a pena mesmo que seja assim
incondicionalmente e em silêncio.


Não foram poucas vezes em que pensei em dizer adeus,
mas meu coração insistia em permanecer nesse estado confuso 

entre a esperança e o conformismo,





procurando abrigo em pequenos fragmentos do seu amor,
que poderia ter se tornado uma vida.





Quem sabe algum dia isso se torne realidade,



mas os tempos agora são outros.
Tempo de nascimento. Renascimento.
Sorrisos deixados no ar

enquanto caminhamos pela trilha de nossas vidas,
deixando um rastro de amor no ar.
E se o amor existiu, que seja celebrado em sua plenitude,
porque dessa vida não se leva nada mais

do que sensações e sentimentos.

E agora que tens o amor e a magia da vida, te deixo.
Vou embora feliz, pois sei que tua felicidade está completa.
Vou sem mágoas porque sei que teu sorriso brota mais fácil,
e que essa tua felicidade será pra vida toda.
Me fizeste renascer,

e agora tua magia se transforma em vida novamente.

Se algum dia me perguntarem o que eu levei desse amor,

digo que levei sorrisos fáceis,
daqueles que nascem sem que se perceba.
Esse mesmo sorriso que algum dia

ainda quero ver brotar no seu rosto,
quando você me chamar de amigo.
Adeus.








Nenhum comentário: