20 de out de 2009







É perigosa ilusão trocar
o verbo ser pelo ter.

TER é transitoriedade que
passa correndo, sem deixar
marcas de sua presença.
Melhor, muito melhor, é o verbo ser que,
este sim, assencializa a permanência dos
valores maiores da personalidade humana,
os espirituais e normais.
SER é essencial, TER é acidental.
Preocupe-se sempre em ser bom,
justo, feliz.
Isso é muito mais importante do
que viver preocupado em ter,
em somar, em multiplicar.
Tenha uma semana perfeita!!!






Nenhum comentário: