31 de jul de 2011


O amor não prende, não aperta, não sufoca.
Porque quando vira nó, já deixou de ser laço.

(Mário Quintana)







Nenhum comentário: